Uma vez estagiário, sempre estagiário.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Sobre dor e desconforto...

Escrito por with 2 comentários
Eu preciso que você preste bastante atenção no que eu irei dizer. Eu preciso que você fique consciente que o mundo está do seu lado. 

Sempre há uma natureza que nos recompensa de algum modo.

E há um porquê que a vida não é fácil. Todas as pessoas deste mundo tem que ralar em lutas desconfortáveis e quase impossíveis. E elas estão lá para ficar, elas estão lá para nos dar confiança quando superamos essas lutas, dando-nos desafios para nos mover em frente quando perdemos nossa direção.

Para cada caminho fácil que você tenta trilhar, a vida lhe introduz algo chamado consequência. E lembre-se, nunca ninguém conseguiu, ou irá conseguir escapar das consequências.

Nós sempre passamos por fases. A fase da solidão. a fase da depressão. Muitas vezes passamos pelas fases de quando nos sentimos indesejados, ou ainda a fase que nos sentimentos perdidos ou fases que não sabemos quem nós realmente somos. E com essas fases, podemos dividir as pessoas em dois tipos, porém ambas não conseguem fugir do desconforto, porque ele foi feito para ficar.

O primeiro tipo de pessoas são aquelas que atacam os desconfortos e os fazem desaparecer, e o segundo tipo irá correr por um tempo, ficarão entorpecidos pelo desconforto, irão se perder por conta das alterativas externas que fazem este desconforto parecer ser de alguém ou algo, quando na verdade é um desconforto causado apenas por você. Então faça este desconforto sair, exalando desconforto, transformando-o em um novo conforto para si.

Mas nunca se esqueça ou duvide... Cedo ou tarde, o desconforto virá novamente atrás de você, lembre-se, isso é a consequência.

Você é um guerreiro, porque cedo ou tarde, você irá ter que lutar contra o desconforto, e você irá crescer com isso, e irá aprender com ela. E caso você se machuque, dê mais, e se você der mais e se machucar mais, dê mais ainda. E se você der mais ainda e se machucar ainda mais, dê tudo, até que você não sinta mais dor

Suporte a dor da vida, e você conseguirá uma vida fácil. Suporte uma vida fácil, e você terá uma vida dolorosa.

Por trás de cada coisa bonita no mundo, há sempre um tipo de dor e desconforto.

Eu já ouvi dizer que a dor é temporária, e isso é o meu pesadelo, porque a dor não deveria ser temporária. Desconforto não deveria ser temporário. Se na sua vida a dor e o desconforto forem temporários, você estará driblando algo, estará tomando atalhos que não deveriam ser tomados.

Eu amo minha dor. Por quê? Porque agora, sou invencível, agora sou poderoso, agora eu abraço minha dor. Porque agora, posso ajudar você com sua dor. 

Dor, eu te amo.

Você nunca verá a diferença até que você olhe para trás.

Sem dor, sem ganhos. Nada se consegue sem trabalho.

Uta!

2 comentários:

  1. Post bem introspectivo Sr. Estágio! Está tudo bem por aí?

    eu discordo que a dor e o desconforto são temporários, a felicidade e o prazer sim são temporários, quanto tempo dura um gozo? quanto tempo dura um sabor de chocolate na sua boca? agora me fala quanto tempo dura uma dor de cabeça, quanto tempo dura uma dor de dente, rs.

    sem falar nos desconfortos diários como trânsito caótico, notícias ruins, etc...

    esta nossa vida nada mais é do que uma sucessão de acontecimentos ruins com algumas poucas pitadas de felicidade entre eles.

    abraço!

    ResponderExcluir
  2. Esse post tem um sentido bem cristão. Jesus Cristo veio ao mundo e sofreu por nós, foi abandonado, humilhado e morreu na cruz, mas ele ressuscitou, trazendo esperança para todos. A partir daí a dor e o sofrimento obtiveram um novo significado. O cristianismo transformou a morte em vida, a dor em redenção.

    ResponderExcluir