Uma vez estagiário, sempre estagiário.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Índice Estagiário de FIIs [Fev/14]

Escrito por with Sem comentários
Fechamento do Índice Estagiário de FIIs do mês de Fevereiro de 2014.

O fechamento é composto por três tabelas:
1. Tabela de Cotação
2. Tabela de Rendimentos
3. Tabela de Retornos

Na Tabela de Cotação teremos informado a quantidade de cotas por ativo, o preço do fechamento, a porcentagem do ativo no índice e o valor do papel no índice. Será mostrado qual o valor do índice no final do mês, bem como a sua variação mensal. Para motivos de comparação, será informado também o IFIX e sua variação no mês. Por fim, serão informados quais rendimentos mensais do período analisado.

Na Tabela de Rendimentos, será informado os rendimentos de cada papel no período analisado e a porcentagem do rendimento do ativo em relação ao caixa do mês. Será mostrado também a quantidade de cotas por ativo e o valor total recebido por cada fundo.

A Tabela de Retornos poderemos ver a valorização mensal de cada ativo e o seu rendimento mensal. Nela será possível verificar a relação entre o rendimento mensal comparado com o índice no mesmo período, incluindo e excluindo o valor do caixa.

Tabela de Cotação
O Índice Estagiário obteve uma valorização de apenas 1,53% no período de Fevereiro de 2014, em contraste com o IFIX que teve uma alta de 3,64% no mesmo período. Os rendimentos do período foram de R$ 9.090,43.

Tabela de Rendimentos
FLRP11B novamente não pagou nenhum rendimento este no mês de Fevereiro de 2014. MAXR11B teve mais de 13% de participação nos proventos recebidos no período devido ao pagamento de alguns papéis que seriam semestrais. A grande maioria dos papéis teve participação entre 3,5% a 5%.

Tabela de Retornos
HTMX11B teve uma queda de 21,36% em apenas um mês devido a amortização das cotas. FLRP11B e HGBS11 foram os dois ativos que tiveram alta maior que 10%. MAXR11B teve 3,01% de rendimentos mensais, e SPTW11, HTMX11B, HGLG11 e FEXC11B conseguiram ter rendimentos mensais acima de 1%.

Uta!

0 comentários:

Postar um comentário