Uma vez estagiário, sempre estagiário.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Meu método de estudo e trabalho. O gerenciamento de tempo.

Escrito por with 3 comentários
Nesta semana tive uma palestra sobre gerenciamento de tempo aqui na faculdade. Eles dão esta palestra para os alunos de outros países que vão entrar agora na universidade (como muitos são árabes e chineses que vão estudar do começo ao fim, eles partem do princípio que ninguém fez ou está fazendo um curso superior).

Pois bem, a palestra comentou sobre como temos que dividir a tarefa em nossos dias, alguns aplicativos para celular como o Google Calendar, e outras coisas mais. Disseram também que não podemos procastinar quando vamos fazer nossas obrigações, e que temos que focar nelas e terminá-las sempre no tempo proposto.

Gostaria de saber quantos de vocês leitores fazem isso? Das pessoas que eu conheço, apenas minha namorada tem a capacidade de sentar na frente do computador e só sair depois de terminado todos os seus afazeres, o resto, inclusive eu, não vejo ter este mesmo tipo de comportamento.

Por ser contra este método e não utilizá-lo, irei comentar mais sobre o meu método de gerenciamento de tempo tanto para estudo, quanto para trabalho.

Técnica Pomodoro

Para quem não conhece a técnica pomodoro, clique aqui.

Resumindo, a técnica consiste em, fazer pausas a cada 25 minutos de serviço focado, tempo este nomeado pela técnica de "um pomodoro". As etapas envolvidas neste processo são: Planejamento, Controle de Tempo, Gravação de Registros e Visualização. Esta técnica é muito boa para pessoas que sofrem de inquietação e problemas de atenção.

Então quer dizer que você utiliza está técnica? Sim e não. Utilizo a ideia principal, mas com algumas diferenças...

Técnica do Estagiário

A técnica é simples e recomendo-a para você que tem uma tarefa chata, ou que sofre de problemas de inquietação e atenção assim como eu.

Primeiro de tudo, divida tudo o que você tem que fazer em pequenas tarefas.

Por exemplo, se você tem que fazer uma dissertação, divida ela em introdução, tópicos a serem comentados, conclusão, e revisão, se for algo relacionado a trabalho, divida em atividades pequenas que podem ser feitas de 15 a 20 minutos.

Os pontos que devem ser lembrados aqui são:
  • Tarefas mais rápidas podem ficar divididas
  • Tarefas que exigem mais atenção, se possível, não dividir
  • Tarefas que exigem atividade em grupo, não são divisíveis, mas todas as demais após esta atividade deve ser dividido.
Segundo, intercalar trabalho difícil com fácil, chato com interessante.

Quando você possui dois trabalhos para serem feitos, porém um é fácil e o outro é difícil ou os trabalhos são interessantes e chatos, intercale as tarefas dos dois trabalhos deixando sempre o oposto em seguida.

Terceiro, a cada fim de tarefa, descanse um tempo menor ou no máximo igual a aquele gasto na tarefa.

Se gastar 30 minutos para terminar algo, descanse no máximo 30 minutos, se gastou 5 horas, descanse 5 horas.

Quarto, sempre faça ao menos uma tarefa por dia.

Isso força você a estar sempre lembrando que há tarefa para fazer, e força-o também a sempre deixar em sua cabeça imersa naquele assunto.

Por que este método é eficaz... PRA MIM?

Tenho problemas de atenção e inquietação. Não consigo ler um livro sentado em uma mesa. Preciso me movimentar, andar pela casa, ou ainda fazer outras coisas enquanto leio. Muitas pessoas tentam mudar este comportamento criando métodos de repreensão das atitudes que na minha opinião apenas só amarra nosso cérebro, deixando tudo mais chato, confuso e cansativo.

Porém, nem sempre temos como nos movimentar quando estamos fazendo alguma atividade. Por conta disso eu divido minhas obrigações em pequenas tarefas, assim, tudo fica mais fácil e menos chato. Outro ponto é que, nem sempre temos tempo para fazer as tarefas e descansar o tempo necessário, por isso que recomendo intercalarmos tarefas mais interessantes no meio das tarefas chatas, pois em alguns momentos por conta da atividade chata, você "descansará" fazendo aquilo que é mais divertido.

O fato de você sempre fazer uma atividade por dia, faz seu cérebro trabalhar, possibilitando-o de ter aquele momento de clareza ou epifania. Quando este momento vem, normalmente nos focamos tanto, que esquecemos de tudo e damos aquela adianta no trabalho, esquecendo até mesmo do momento de descanso.

Sei que possuo uma mente criativa, e por conta disso não gosto de me amarrar em determinados assuntos por muito tempo, porque a criatividade se esvai após trinta minutos. Como não quero perder esta característica, tento fazer de tudo para conviver com ela.

É isso pessoal. Espero que possa ajudar alguém que possui problemas de gerenciamento de tempo ou quem ainda não encontrou um método de trabalho ou estudo que seja de seu perfil.

Uta!

3 comentários:

  1. Fala Estagiário!

    Cara, faço um pouco do seu método... a maior diferença é que sempre tiro um dia para as tarefas piores o que costumo chamar de o "dia da mandioca". Nesse dia foco nos problemas mais chatos do começo ao fim do dia, normalmente não faço pausas nem desvio o foco para assuntos como estudo e emails pessoais. Da mesma maneira as vezes tiro um dia sabático durante a semana onde não vou trabalhar, nem pra academia nem estudo. Normalmente esse dia tb é o dia da alimentação lixo, rsrs! Infelizmente ou felizmente não tenho tido muitas oportunidades dessa...

    Abração!

    Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Corey,

      Hahahahha. Gostei da ideia. Também é boa, podemos pegar um dia em que estamos bem descansados e com motivação, ai tudo fica mais fácil. Acho que o principal, é não tentar seguir a risca um determinado método se ele não é bom para você. Vejo muitas pessoas que seriam diagnosticadas assim como eu com ADHD, que não conseguem ficar focadas por muito tempo, precisamos fazer outras coisas ou deixar o cérebro descansar por um período de tempo.

      Uta!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir