Uma vez estagiário, sempre estagiário.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

A mudança de pensamento e os problemas do pré conceito

Escrito por with 8 comentários
Como todos sabem, estou aqui no Canadá para estudar. Como meu inglês não foi muito bom, estou fazendo um curso de inglês extensivo, juntamente com pessoas da China, Tailândia, Arábia Saudita e demais países.

Quando cheguei, já de cara fiquei em uma sala onde a maioria era árabe. Com um pouco de receio, comecei a conversar com eles e aprendi muitas coisas relacionadas a cultura. Hoje, estou em uma sala com mais chineses, porém, com três garotas árabes, onde uma delas utiliza burca (as outras duas não utilizam, mas usam sempre roupas compridas e um lenço cobrindo boa parte da cabeça, deixando apenas o rosto a amostra). Após uma longa conversa com elas, percebi que muitas coisas que são ensinadas para nós, são deturpadas ou erradas.

Primeiramente, quero deixar claro que, reconheço que tive pré conceito com os árabes e faço esta postagem primeiramente pedindo desculpas a todos eles, e principalmente aos muçulmanos.

As mulheres usam burca porque são obrigadas

Esta é uma das questões que eu perguntei a elas. Por que elas utilizavam a burca, e por que a garota continuava a utilizá-la aqui no Canadá? Primeiramente, elas utilizam a burca muitas vezes só quando estão fora de casa ou quando estão com visitas, nas demais vezes elas ficam mais a vontade. Sobre o motivo pelo qual ela ainda utiliza a burca aqui é porque ela gosta. Para ela, é uma questão de respeito para com a religião dela, ela não é obrigada pelo marido muito menos pela família, ela apenas faz isso porque gosta de seguir a sua religião.

Na Arábia Saudita, a maioria dos homens tem quatro mulheres

Errado. De acordo com os próprios árabes, a maioria possui apenas uma mulher. São poucos os homens que possuem mais de uma esposa.
Detalhe, para se conseguir casar mais de uma vez, é necessário que o homem mostre que é honrado, e que tem condições financeiras de sustentar mais de uma mulher. Caso o homem não consiga sustentar as duas mulheres, ou caso ele dê atenção mais para uma do que para outra, a família das mulheres podem pedir a separação. Isso não se torna uma desonra para as mulheres, mas sim para o homem, pois ele não conseguiu manter sua própria casa.

Os muçulmanos apoiam os ISIS e a Palestina

Meio certo. Muitos deles apoiam sim a Palestina, contudo, o que apoiam não é a guerra entre Israel e a Palestina, mas sim que Israel deixem os palestinos em paz, para que eles possam migrar para outros países ou ainda para que possam tentar reconstruir seu país. Sobre o ISIS, TODOS sem exceção são contra e não reconhecem eles como muçulmanos. Para eles, o ISIS precisa ser combatido porque eles não representam os reais muçulmanos.

Os muçulmanos são todos extremistas

Errado. Muitos deles seguem as regras do Corão, porém poucos são extremistas. Na sua grande maioria, são como os cristãos, tem sua religião, tem suas regras e as seguem, porém, na minha opinião, são muito, mas muito menos hipócritas que os cristãos.

Poucos praticam o ramadã 

Para quem não sabe, o ramadã é um período que varia de 28 a 31 dias na qual os muçulmanos não comem enquanto o Sol estiver no céu, ou seja, só é permitido a eles comerem durante a noite. O ramadã tem como princípio, lembrar a todos os muçulmanos da dor que as pessoas que não tem o que comer passam. Todos os muçulmanos com quem conversei praticam piamente o ramadã, e para eles este é um momento sagrado, onde muitos deles rezam e conseguem ficar mais perto do Deus deles. Os cristãos também tem um período semelhante de 40 dias, porém, poucos praticam. Este é um dos motivos pelo qual acredito que os muçulmanos são menos hipócritas que os cristãos.

Eles não adotam crianças

Errado. É correto dizer que são pouquíssimas as famílias que adotam crianças, porém o ponto que deve ser analisado é que, eles não adotam crianças porque não existem crianças para serem adotadas. A cultura muçulmana, é um absurdo que os pais rejeitem os filhos. Muitos dos filhos que são adotados são porque os país morreram e não tem família para que cuidem deles (algo muito raro também, pois uma família média muçulmana é composto por pai, mãe e 6 filhos), ou ainda, o que é mais comum, é uma família com mais dinheiro "apadrinhar" um filho de outra família com menos dinheiro.

Em resumo, muitas das coisas que eu acreditava ser verdade sobre os muçulmanos e árabes estava completamente errada. Para mim foi um choque saber tudo isso, e realmente fico envergonhado em saber que eu tinha um pré conceito totalmente errado sobre eles. Por isso senhores, digo a vocês que tomem cuidado, muitas vezes partimos de pressupostos totalmente deturpados sobre algo, somente porque não conhecemos algo.

Uta!

8 comentários:

  1. Tudo que vc disse é verdade.
    Tenho família no Líbano.
    Família libanesa, e não brasileira.
    No entanto, lá existe um problema sério de escravidão de africanos.
    Muitas famílias têm escravas africanas, gentilmente chamadas de empregadas domésticas.
    Elas recebem tratamento pior do que de um animal.
    Eu fui para o Líbano ficar 12 dias na casa de meus parentes lá. Mas não fiquei nem 3 dias. Eu não aguentava ver o que eles faziam com a "doméstica". Dei uma desculpa, fui para outras cidades passear.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,
      Essa informação é nova para mim. Lhe garanto que os árabes não possuem esta ideologia escravocrata.
      É uma pena ouvir isso.
      Uta!

      Excluir
  2. "As mulheres usam burca porque são obrigadas"

    Ahan.. mas se elas sairem na rua sem burca provavelmente serão estupradas ou mortas pela lei da Sharia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na Arábia Saudita sim Anônimo, mas aqui no Canadá por exemplo, elas utilizam porque querem e não porque são mandadas. Isso demonstra que, várias delas utilizam não porque são obrigadas, pois se fossem, aqui no Canadá não veríamos isso.

      Uta!

      Excluir
  3. Nada como uma experiência internacional para abrir a cabeça, e tem gente que anda acha viagem perda de dinheiro, parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,
      Qualquer contato com uma nova cultura é um aprendizado. Não há como dizer que você não irá aprender coisas novas se você conhecer novos povos e novas culturas.
      Uta!

      Excluir
  4. Como toda religião os muçulmanos tem tradições muito interessantes e bonitas. O que causa uma má impressão é a mídia que constantemente mostra apenas as guerras entre a Palestina e Israel, assim como grupos extremistas como o Hezbollah. Infelizmente é isso que da noticia.

    Eu tenho que acrescentar que muçulmanos da Arabia Saudita, como é o caso da matéria, tem uma educação e estrutura diferente dos demais. Os da faixa de Gaza, por exemplo, são em sua maioria extremistas contra tudo e todos, não apenas contra Israel.

    ResponderExcluir
  5. Faz um post sobre como morar fora, não aguenta mais esse país avermelhado

    ResponderExcluir