Uma vez estagiário, sempre estagiário.

terça-feira, 29 de abril de 2014

O que se esperar na faculdade

Escrito por with 3 comentários
Vamos lá, você estudou bastante para conseguir entrar em uma faculdade pública ou trabalhou muito para conseguir entrar em uma boa universidade particular, dai consegue passar na prova e suas aulas começam... Mas e ai? O que esperar da sua faculdade?

Basicamente a sua vida na universidade se divide em alguns estágios, não se preocupe, irei explicar para vocês todos eles.

1. Putaria
A primeira fase, é a melhor de todas. Como o nome já diz, o negócio aqui é ligar o foda-se e curtir a vida. Bebida, mulheres, festas, cigarros, drogas... Enfim, aqui temos a iniciação da pessoa no mundo de gente grande. O objetivo principal é se divertir e pronto. Faculdade? Provas? Trabalhos? Isso ai é só quando as festas de república terminarem, o que nunca acontece. Este período demora mais ou menos entre um a dois semestres.

2. Ressaca
Após a primeira fase, chegamos a fase da ressaca. Por conta do desleixo do primeiro ano, irá ficar de DP algumas matérias e isso atrasará seu curso. Além disso, nas matérias que conseguiu passar terá feito meia boca e agora, que os professores partem do princípio que já se sabe aquele conteúdo, você diz a si mesmo "Nunca mais irei em outra festa da faculdade". Essa fase normalmente é entre o segundo e o terceiro ano.

3. Negação
Com o atraso do seu curso e com seus amigos quase se formando, você começa a se perguntar se realmente este é o curso que gostaria de fazer. Começa a pensar em largar tudo e trabalhar ou ainda começar outro curso de engenharia de alguma coisa (se o seu curso já for de engenharia, pensará em qualquer coisa que não seja uma engenharia). Este período normalmente acontece exatamente no meio do seu curso, normalmente no primeiro semestre do terceiro ano. É onde você percebe que deveria ter se dedicado mais e terá que correr contra o tempo para conseguir se recuperar.

4. Euforia
Aqui é onde as matérias começam a chamar mais sua atenção e onde você irá se dedicar mil porcento a mais. Sua média começa a aumentar e as primeiras notas acima de 7 começam a aparecer. É onde você irá procurar algum professor para tentar te ajudar com uma iniciação científica ou algo do tipo. Esta fase ocorrerá no segundo semestre do terceiro ano e poderá se estender até o penúltimo semestre do curso.

5. Depressão
Depois da euforia temos o último período, da depressão, onde estará no último ano da sua faculdade e perceberá que seus amigos nerds já se formaram ou estão viajando para outros países com bolsas de quase dois mil reais por mês por conta das boas notas. Você se sente um trouxa porque não aproveitou as oportunidades e irá tentar terminar a faculdade o mais rápido possível para começar a trabalhar o mais rápido possível. A vontade de fazer coisas extracurriculares se evapora, e assim você leva a faculdade até o final. Conseguirá uma nota mediana e irá iniciar no mercado de trabalho.

Isso é o que acontece normalmente com a maioria das pessoas. Pode ser que algumas não tenham uma ou outra etapa, mas normalmente a faculdade funciona assim. O que você precisa aprender é gerenciar o seu tempo e não se ferrar já nos primeiros semestres, assim como eu fiz.

Você deve estipular limites e objetivos para sua faculdade. Por exemplo, quero terminar a faculdade o mais rápido possível para começar a trabalhar, ou quero fazer tudo o que puder para que consiga ter um bom currículo a fim de fazer um mestrado e doutorado. Quanto mais rápido conseguir definir essas metas, melhor, pois irá aproveitar muito mais a sua faculdade.

Na próxima postagem irei comentar sobre o que podemos tirar de proveito das faculdades.

Uta!

3 comentários:

  1. Bom post estagiário! Diz aí,como vc se portou nos primeiros dias dentro da faculdade? Fez amizade rápido com o pessoal? Ficou tímido,na sua? Como foi teu primeiro semestre?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Os primeiros dias na faculdade foram só alegria...
      Trote, Pouca matéria, e muita gente pra conhecer...
      Fiz amizade rápido, mas como a grande maioria deles queria zoar e não estudar cortei relações no segundo ano, pois se andasse com eles não conseguiria me focar nos estudos.
      O primeiro semestre levei muito nas coxas, tomei bomba de duas matérias, e no segundo semestre tomei mais umas duas ou três. Ia em festas em praticamente todos os dias, mas sinceramente não curtia muito, ia só pelo simples fato de poder tomar todas...
      Não me arrependo de ter vivido essa fase no foda-se, pois se tivesse estudado mais, não teria conseguido ter algumas oportunidades que estou tendo aqui na faculdade este ano.

      Uta!

      Excluir
  2. Belo post, Estagiário.

    Nossa, me lembrou muito o meu tempo de faculdade. Senti o mesmo terror de quando o professor começou a mostrar integrais definidas (que a classe toda deveria supostamente ter aprendido no colégio) em Cálculo I - isso porque eu não sabia da existência de integrais indefinidas. Logo depois, ainda na primeira semana de aula, veio a famosa Geometria Analítica e o panico aumentou.

    Claro que as coisas pioraram depois, mas como os professores tinham por costume onde me formei já dar um choque de realidade logo na primeira semana - o pessoal já começou a estudar forte para não pegar as famosas DP´s.

    Mais um problema onde estudei, se você ficasse de DP em Calculo I por exemplo; você não poderia fazer Cálculo II - pois Cálculo I é pre-requisito. Desta forma, você atrasava seu curso em dobro. Então, realmente a galera estudava para as matérias principais - as que não era, pre-requisito ficavam em segundo plano.

    Logico que sempre teve a turma da curtição (eu mesmo aproveitei bastante as festas da faculdade, da república, do Centro Academico, de outras faculdades próximas, etc...) - mas sempre focava nas festas no inicio do semestre e nas férias .... nada de festas da metade do semestre para frente !!! Essa foi minha estratégia e mesmo assim, pensei várias vezes em mudar de curso.

    Um grande abraço,

    ResponderExcluir