Uma vez estagiário, sempre estagiário.

sábado, 24 de novembro de 2012

Estudos setoriais das ações [Parte 03]

Escrito por with 8 comentários
Para quem não leu os outros posts, sugiro ler para adquirir mais absorção de conhecimento.

[Análise] Refinando a estratégia [Parte 01]
[Análise] Refinando a estratégia [Parte 02]

Pois bem, depois de analisarmos todos os setores, utilizei as médias de margem, P/L, ROE e Lucro de cada setor e garimpei as ações que estão acima destes valores ao mesmo tempo.

Depois de encontrar estas ações, levantei mais alguns dados de cada empresa para ter mais um filtro. Os dados levantados foram: Free Float, Payout, Dívida / Lucro (Devedores Duvidosos / Lucro Líquido no caso dos bancos), Tag Along, DY, Trimestres Negativos e Crescimento da Receita em um período de 5 anos.

O porque da escolha destes dados:

Free Float: Quantas ações estão na mão de acionistas minoritários, isso demonstra a liquidez das ações  e normalmente o quão preocupado estão as empresas com seus acionistas minoritários. Como me enquadro neste tipo, estou preocupado com isso.

Payout: Quanto do lucro volta para o acionista. Existem dois tipos de empresas, com payout baixo e reinvestimento e payout alto e dividendos e/ou JSCP altos. Precisamos analisar o payout para saber se existe gastos absurdos na empresa.

Dívida / Lucro: Dívida pode ser boa ou ruim. Empresas que tem uma dívida alta mas um lucro alto, normalmente significa que a dívida foi feita para melhorar a empresa, consequentemente é uma boa dívida. Dívida alta e lucro baixo, significa que a empresa está com algum problema ou que os investimentos são para o longo prazo, neste caso, podemos dizer que no atual momento é uma dívida ruim.

Tag Along: Basicamente mostra o quanto a empresa está se preocupando com seus acionistas minoritários.

DY: Se a empresa tem uma cotação estagnada, um alto DY mostra um bom retorno.

Trimestres Negativos: Se a empresa tem trimestres negativos nos últimos anos, significa que ela teve não recorrentes ou que houve um problema na manutenção da empresa. Caso haja vários trimestres negativos, a empresa é "por estação", e como não gosto deste tipo de empresa, não invisto.

Crescimento da Receita: Se a receita cresce significa que a empresa está crescendo.

Tendo em vista isso vamos aos dados das empresas:


Bens Industriais

Valid (vlid3)
Free Float: 70,15%
Payout: 78,60%
Divida/Lucro Líquido: 0,65
DY: 4,62%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 10,2%

Autometal (autm3)
Free Float: 22,85%
Payout: 78,52%
Divida/Lucro Líquido: 3,20
DY: 6,07%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): -6,6%

Marcopolo (pomo3,pomo4)
Free Float: 43,40% - (18,24% ON | 58,88% PN)
Payout: 52,11%
Divida/Lucro Líquido: 2,20
DY: 3,58% ON | 2,99% PN
Tag Along: 100% ON | 80% PN
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 15,8%

Construção e Transporte

Direcional Engenharia (dirr3)
Free Float: 23,50%
Payout: 20,45%
Divida/Lucro Líquido: 1,59
DY: 2,14%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 60,6%

Santos Brasil Participações (stbp3,stbp4,stbp11)
Free Float: 25,37% (7,49% ON | 64,07% PN)
Payout: 71,05%
Divida/Lucro Líquido: 1,13
DY: 5,11% (stbp11)
Tag Along: 100% ON e PN
Trimestres Negativos: 2 – 2008, 2009
Crescimento da Receita (5a): 20,8%

Helbor Empreendimentos (hbor3)
Free Float: 31,73%
Payout: 27,07%
Divida/Lucro Líquido: 2,55
DY: 3,02%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 1 – 2007
Crescimento da Receita (5a): 44,7%

MRV Engenharia e Participações (mrve3)
Free Float: 55,60%
Payout: 27,41%
Divida/Lucro Líquido: 3,22
DY: 3,49%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 1 – 2007
Crescimento da Receita (5a): 50,8%

Consumo Cíclico

Foi preciso fazer uma normalização, pois a empresa que correspondia aos dados iniciais teve não recorrente. Empresas que obedeceram o pré-requisito de margem de 7,5%, ROE de 20%, e P/L de 10 foram: Whirlpool, IGB, Springer, Lojas Hering. Lojas Hering não tem liquidez, Springer tem não recorrente no 3T11, e IGBR3 também tem não recorrente este ano.

Whirlpool (whrl3, whrl4)
Free Float: 5,36% (5,83% ON | 4,33% PN)
Payout: 69,39% ON | 79,59% PN
Divida/Lucro Líquido: 0,00
DY: 11,56% ON | 12,22% PN
Tag Along: 80% ON | 0% PN
Trimestres Negativos: 1 – 2011
Crescimento da Receita (5a): 9,4%

Consumo Não Cíclico

Ambev (ambv3, amb4)
Free Float: 25,93% (7,84% ON | 49,08% PN)
Payout: 53,31% ON | 58,04% PN
Divida/Lucro Líquido: 0,00
DY: 2,25% ON | 2,16% PN
Tag Along: 80% ON | 0% PN
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 18,9%

Souza Cruz (cruz3)
Free Float: 24,70%
Payout: 84,49%
Divida/Lucro Líquido: 0,00
DY: 3,10%
Tag Along: 80% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 3,8%

Natura Cosméticos (natu3)
Free Float: 39,70%
Payout: 95,65%
Divida/Lucro Líquido: 1,10
DY: 3,53%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 15,8%

Financeiro e Outros

Foi preciso fazer uma normalização para retornarmos algumas empresas. No entanto, foi deixado de fora a margem, pois ela pouco fala sobre a instituição. Logo utilizaremos outros fatores para analisar. Utilizamos P/L menor que 20, ROE maior que 15% e lucro de no mínimo 1 bilhão de reais.

Itau (itub3,itub4)
Free Float: 50,35% (10,34% ON | 90,50% PN)
Payout: 35,88%
Devedores Duvidosos/Lucro Líquido: 1,74
DY: 3,78% ON | 3,40% PN
Tag Along: 80% ON e PN
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 49,9%

Banco do Brasil (bbas3)
Free Float: 30,18%
Payout: 35,10%
Devedores Duvidosos/Lucro Líquido: 0,92
DY: 6,98%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 17,0%

Banco Bradesco (bbdc3,bbdc4)
Free Float: 59,09% (26,03% ON | 92,15% PN)
Payout: 30,38% ON | 34,81% PN
Devedores Duvidosos/Lucro Líquido: 0,87
DY: 2,88% ON | 2,95% PN
Tag Along: 100% ON | 80% PN
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 28,5%

Cielo (ciel3)
Free Float: 32,53%
Payout: 69,44%
Divida/Lucro Líquido: 0,54
DY: 4,28%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 13,3%

Redecard (rdcd3)
Free Float: 5,55%
Payout: 0,00%
Divida/Lucro Líquido: 0,96
DY: 3,29%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 12,2%

Materiais Básicos

Vale (vale3,vale5)
Free Float: 55,20% (37,90% ON | 82,10% PN)
Payout: 51,49%
Divida/Lucro Líquido: 1,80
DY: 6,20% ON | 6,35% PN
Tag Along: 80% ON | 0% PN
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 13,1%

Petróleo, Gás e Biocombustíveis

Foi necessário fazer uma normalização no setor para que o retornasse uma ação com valores razoáveis de margem, P/L e ROE.

Petrobras (petr3,petr4)
Free Float: 56,27% (41,41% ON | 76,02% PN)
Payout: 36,62%
Divida/Lucro Líquido: 7,18
DY: 2,70% ON | 2,78% PN
Tag Along: 80% ON | 0% PN
Trimestres Negativos: 1 – 2012
Crescimento da Receita (5a): 7,6%

Tecnologia da Informação

Tutvs (tots3)
Free Float: 72,39%
Payout: 49,59%
Divida/Lucro Líquido: 0,00
DY: 1,50%
Tag Along: 100% ON
Trimestres Negativos: 1 – 2006
Crescimento da Receita (5a): 23,0%

Telecomunicações

Telefônica Brasil (vivt3,vivt4)
Free Float: 25,29% (8,17% ON | 35,13% PN)
Payout: 54,31% ON | 59,64% PN
Divida/Lucro Líquido: 0,31
DY: 5,14% ON | 4,90% PN
Tag Along: 80% ON
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 21,8%

Tele Norte Celular (tncp3, tncp4)
Free Float: 0,34% (0,43% ON | 0,30% PN)
Payout: 0,00% ON | 2,61% PN
Divida/Lucro Líquido: 0,04
DY: 0,24%
Tag Along: 80% ON
Trimestres Negativos: 2 – 2006, 2007
Crescimento da Receita (5a): 97,8%

Utilidade Publica

Cteep (trpl3.trpl4.trpl11)
Free Float: 17,04% (0,75% ON | 28,97% PN)
Payout: 131,83%
Divida/Lucro Líquido: 3,85
DY: 18,91% ON
Tag Along: 80% ON | 0% PN
Trimestres Negativos: 1 – 2006
Crescimento da Receita (5a): 21,0%

AES Tiete (geti3,geti4)
Free Float: 39,55% (28,57% ON | 51,28% PN)
Payout: 77,04% ON | 84,82% ON
Divida/Lucro Líquido: 0,56
DY: 10,68% ON | 10,21% PN
Tag Along: 80% ON | 0% PN
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 7,1%

Tractebel (tble3)
Free Float: 21,29%
Payout: 79,74%
Divida/Lucro Líquido: 1,98
DY: 5,50%
Tag Along: 100%
Trimestres Negativos: 0
Crescimento da Receita (5a): 9,6%

Resumindo, as empresas que passaram pela primeira fase foram:

Bens Industriais: 3 (Valid, Autometal, Marcopolo)
Construção e Transporte: 4 (Direcional, Santos Brasil, Helbor, MRV)
Consumo Cíclico: 1 (Whirlpool)
Consumo não cíclico: 3 (Ambev, Sousa Cruz, Natura)
Financeiro e outros: 5 (Itau, Banco do Brasil, Bradesco, Cielo, Redecard)
Materiais Básicos: 1 (Vale)
Petróleo Gás e Biocombustíveis: 1 (Petrobras)
Tecnologia da Informação: 1 (Totvs)
Telecomunicações: 2 (Telefônica, Tele Norte)
Utilidade Pública: 3 (Cteep, AES Tietê, Trectabel)
TOTAL 24 Empresas

Para a segunda fase utilizei os seguintes requisitos:

Trimestres Negativos 0 ou = 1 mais de 5 anos
Free Float > 10%
Lucro / Dívida < 4
Payout > 50%

As empresas que não entraram nos pré requisitos foram:

Trimestres Negativos:
Santos Brasil Participações
Whirlpool
Petrobras

Free Float:
Whirlpool
Redecard
Tele Norte

Lucro / Dívida:
Petrobras

Payout:
Direcional
Helbor
MRV
Itau
Banco do Brasil
Bradesco
Redecard
Petrobras
Totvs
Tele Norte

As empresas com trimestres negativos foram retiradas. As empresas com Free Float abaixo do requisito também foram retiradas. As empresas com dívida maior que 4 anos para ser paga com o atual lucro líquido também foram retiradas. As empresas com payout menor do que o imprevisto foram revistas, no entanto, nenhuma foi retirada, pois os payouts menores são empresas que investem mais seus lucros para aumentar os ganhos ou para melhorar a empresa como um todo.

Depois desta análise, ficamos com:

Bens Industriais: 3 (Valid, Autometal, Marcopolo)
Construção e Transporte: 3 (Direcional, Helbor, MRV)
Consumo Cíclico: 0
Consumo não cíclico: 3 (Ambev, Sousa Cruz, Natura)
Financeiro e outros: 4 (Itau, Banco do Brasil, Bradesco, Cielo)
Materiais Básicos: 1 (Vale)
Petróleo Gás e Biocombustíveis: 0
Tecnologia da Informação: 1 (Totvs)
Telecomunicações: 1 (Telefônica)
Utilidade Pública: 3 (Cteep, AES Tietê, Trectabel)
TOTAL 19 Empresas

No próximo post falarei sobre o beta das ações, e como irei dispor o patrimônio.

PS: Desculpe o post muito longo, mas as informações são muito grandes.

Uta!







8 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá Vinicius,

      Obrigado.

      Leia o próximo post, acredito que também irá gostar.
      Abraços

      Excluir
  2. Cara, curti o post! Não são todas as empresas listadas que gosto, como MRVE3 (muito alavancada) e AUTM3 (nova demais, margem e ROE baixos e não curto o setor), e nem todas que considero excelentes estão aí, como ETER3 (apesar do risco) e EZTC3. Mas o caminho é esse mesmo e tb não sou o dono da verdade, mesmo sendo o Rei da Blogosfera (rs). O melhor de tudo é que não é preciso anos de estudos nem ser especialista para fazer esse filtro. É só não ser ganancioso e apressado demais!

    Se todo mundo fizesse o que vc fez e controlasse o risco, a chance de levar trolha do merccado seria reduzida em uns 80%!

    E sua análise bate com uma coisa que venho dizendo por aí: o número de empresas de capital aberto boas para investimento de longo prazo não passa de 20!

    Bom trabalho! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Troll,

      A eztc3 e a eter3 não entraram por pouco. A MRV3 gosto dela por ser uma das empresas de construção que mais aparecem trabalhando, pelo menos aqui na minha região. Já a AUTM3 não tinha muito conhecimento até eu fazer a análise.

      Concordo com você, muitas pessoas entram em alguns papéis pela mania "vaca vai com as outras". Já fiz isso com alguns papéis, e hoje vejo que cometi alguns erros e que não irei cometer novamente.

      Sobre as empresas, isso é realmente verdade. Só em uma análise de tirar as empresas que deram prejuízo você já retira mais de 1/3 das empresas.

      Uta!

      Excluir
  3. Fala, Estagiário!

    Só cuidado com os eventos não-recorrentes. Por exemplo, o prejuízo da Petrobras no trimestre acabou detonando a dívida!

    No mais, está perfeito!! Só de fazer isso, já filtra muito lixo!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Correto Dimarcinho,

      Mas o problema da Petrobras é que ela é um dos papéis que tem mais ruído no mercado. Como temos muitos especuladores utilizando o papel, ela fica estagnado em determinado preço, entre R$20,00 a R$24,00. Dando uma olhada no gráfico dos últimos anos podemos ver isso.

      Juntado os dois fatores, de prejuízo e de ruído acredito que não seja bom ter essa empresa na carteira, a não ser que seja para especular com ela, ai é outra história.

      UTa!

      Excluir
  4. Enfim consegui ler.

    Me interessei pela Whirlpool. Apesar do trimestre negativo em 2011 (até a Petrobrás teve trimestre negativo o_0), aparenta ter um bom futuro, se bem governada. Entrou na lista de analise, rsrs.

    Telefonica já está na minha top 5. Só vou esperar baixar um pouco para comprar.

    Mais uma vez, ótimo post! (e agora, com licença, que vou ler o próximo).

    =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema da Whirpool é que ela não tem free float.
      Com menos de 6% de ações no mercado fica evidente que os manda chuva da empresa não querem minoritários.
      Cuidado com ela também porque está com um processo que vai deixar mais um trimestre próximo a zero ou negativo.

      Uta!

      Excluir