Uma vez estagiário, sempre estagiário.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

O motivo pelo qual comecei a investir em moedas digitais

Escrito por with 5 comentários
Com meus vinte anos comecei a investir na bolsa brasileira. Fiz uma pausa após ir para a intercâmbio e depois que voltei, foquei totalmente a minha atenção nas moedas digitais.

A pergunta principal é por quê?

Vamos então a alguns dos motivos.

Liberdade

Odeio das satisfação do quanto ganho ou deixo de ganhar para o fisco e também, se algo acontecer no Brasil, quero a liquidez de ter o meu dinheiro de maneira rápida em qualquer lugar do mundo. Com as moedas digitais tenho a liberdade de conseguir liquidez em qualquer país, sem riscos de congelamento de conta ou problemas que podem ser causados pelos banco centrais de qualquer país.

Nova Tecnologia com Altos Potenciais

Quando uma tecnologia é muito nova, ou muito revolucionária, ela tende a ser menosprezada. Porém, quando as pessoas quebram o paradigma e ela começa a emergir e a tomar grandes proporções, ela começa a ser utilizada e sair do anonimato. A partir do momento que ela se torna largamente utilizada, seu valor explode e dai começa a procura desenfreada pela mesma. É o que está acontecendo ultimamente com as moedas digitais.Em junho de 2013 o valor das moedas digitais eram, somadas, 1,3 bilhões de dólares, em junho do ano passado, o valor passou para mais de 10 bilhões de dólares e agora alcançou a marca de 100 bilhões.

Diversas empresas de dezenas de segmentos estão utilizando as moedas digitais para centenas de fins diferentes, alguns para agilizar transferências bancárias entre países, outras, para criarem uma rede de contratos inteligentes, outras ainda, para criar um grande sistema de base de dados descentralizados para armazenamento de qualquer coisa digital.

Velocidade

Em questão de alguns cliques, posso comprar ou até mesmo transferir dinheiro da minha conta para outra pessoa em qualquer lugar do mundo, e em pouco mais de alguns minutos, este dinheiro estar nas mãos delas. Sem burocracia, sem nenhuma regulamentação e sem crise. Posso encriptar minha carteira, colocar em meu celular, email ou até mesmo um pendrive, ir para qualquer lugar do mundo, baixar a carteira e configurá-la para ter acesso ao meu dinheiro, de maneira simples e rápida.

Hoje, existem casas de câmbio em quase todas as moedas fiduciárias existentes que trocam as moedas digitais por dinheiro. Além disso, se quiser ficar no anonimato, basta simplesmente trocar entre pessoas, evitando a relação entre o seu CPF com a carteira da moeda digital.

Em Resumo...

Sou um entusiasta com novas tecnologias e encontrei nas moedas digitais o melhor dos dois mundos, um lugar para poder investir com altos potenciais e que me deixe excitado por ser algo novo e uma tecnologia que está engatinhando e que será o motivo de uma grande mudança talvez, nas próximas décadas.

Uta!

quinta-feira, 1 de junho de 2017

CoinBR a carteira brasileira de Bitcoins que não cobra taxas

Escrito por with 2 comentários
Nos últimos meses tem-se visto um aumento exponencial de transações na rede de Bitcoins. Por conta disso, a rede ficou congestionada e transações que eram para durar alguns minutos, chegaram a ficar pendentes por horas e até mesmo dias.

Para contornar este problema, muitas carteiras aumentaram o custo de transação para que elas conseguissem passar na frente das demais e assim fossem processadas mais rápido.

O problema é que muitas delas, após o descongestionamento da rede, não voltaram aos valores anteriores. Por conta disso, alterei a minha carteira online da XAPO para a CoinBR, que além de ser uma empresa brasileira, não cobra taxas de transação além de possuir algumas facilidades como, compra e venda Bitcoins pela própria carteira, além de pagar boletos e colocar crédito no celular utilizando os Bitcoins em carteira. Ah, não posso esquecer também que ela possui uma outra moeda digital, a ZCash.

Caso esteja interessado em abrir uma conta, grátis e sem cadastramento de CPF, basta clicar aqui. Até o momento estou gostando da carteira, apesar de ser um tanto quanto não intuitiva para depositar e sacar os Bitcoins nas primeiras vezes, entretanto, nada que a utilização por um tempo, não resolva.

Fica ai a dica para vocês.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

O ataque ransomware e a relação com Bitcoins

Escrito por with Sem comentários
Nas últimas semanas têm-se falado muito do ataque ransomware que se espalhou pela internet.

Duvido que ninguém tenha tido ciência sobre a notícia, mas, para contextualizar...

O ataque hacker aconteceu em todos os países, onde um vírus ransomware, vírus que encripta seus dados e só devolve os mesmos depois que pagar um resgate, onde diversos computadores foram infectados. Para que seus dados voltem ao normal, era necessário o pagamento de um determinado valor de resgate, utilizando como meio de pagamento a moeda digital, Bitcoin!

Mas por que eles estavam querendo o pagamento em Bitcoins? Simples! A moeda preserva o anonimato e hoje, muitas pessoas conseguem transformar moedas fiduciárias nacionais em moedas digitais através das exchanges existentes. Como existe esta facilidade da moeda ser aceita mundialmente, é comum que haja ataques pedindo dinheiro em moedas digitais.

Até o presente momento cinquenta mil dólares foram pagos aos criminosos para que houvesse o resgate dos dados.

Mas como isso é possível, sendo que com os Bitcoins você preserva seu anonimato?

Os Bitcoins preservam seu anonimato, pois não vinculam o seu CPF ou qualquer outro documento de identidade na sua carteira, como por exemplo, um banco ou uma casa de câmbio, mas os Bitcoins na sua carteira podem ser rastreados desde a sua mineração até o momento atual, por isso é possível saber o valor pago aos hackers.

Ah, então é só as autoridades ficarem de olho nas carteiras.

Não é bem assim. Existem sites como o coinmixer que pega os Bitcoins de diversas carteiras de diversas pessoas, e fica transacionando milhares de vezes entre carteiras a fim de se lavar o dinheiro. Ou seja, eles transacionam seus Bitcoins em várias carteiras diferentes dando a você o valor final em outra carteira qualquer. De maneira geral, você coloca no sistema a quantidade de criptomoeda e uma carteira limpa, que será enviado o valor entretanto, de outras milhares de carteiras diferentes.

As moedas digitais são ótimas quando utilizadas para o bem. Elas não devem alterar o seu modelo porque alguém as utiliza de maneira ilícita, isso seria como proibir os carros porque tem gente que se acidenta bêbado. Apesar disso, dar um marketing negativo as criptomoedas, lembre-se... Elas serão o futuro da economia globalizada.

Uta!

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Austrália aceitará Bitcoin como moeda e não comprará impostos

Escrito por with 2 comentários

No dia primeiro de julho deste ano de 2017, os australianos terão motivos para comemorar. O governo australiano reconheceu o Bitcoin como moeda e estabelecimentos que utilizem Bitcoins como meio de pagamento estarão isento de impostos sobre bens e serviços adquiridos através da moeda.

Desde 2015 o mercado de câmbio de Bitcoins da Austrália sofreu um grande impacto negativo, depois que o governo aplicou tributação dupla e os bancos fecharam contras e terminaram serviços bancários que envolvessem transações com a moeda digital.

No meio deste ano, estas taxas serão extintas, mas além disso, haverá uma outro motivo para comemorar, afinal, o governo também protegerá os negócios e exchanges de moedas digitais. Isso tudo porque o governo australiano quer incentivar a área das fintechs e o mercado de criptomoedas.

Ao contrário de muitos outros governos, os políticos australianos vêem os Bitcoins como uma forma de impulsionar o crescimento da produtividade do país, dando a oportunidade das empresas utilizarem o fundo de 1,1 bilhões de dólares australianos reservados para inovação de ciência. O governo australiano diz estar empenhado em transformar o país no centro mundial de tecnologia financeira.

Pode parecer uma informação avulsa, mas isso transforma a Austrália em um país onde possivelmente veremos um boom de novos usuários e volume de transação de moedas digitais, já que os bancos irão dar mais atenção as empresas e pessoas que utilizam criptomoedas, além do fato dos traders de moedas digitais não serem mais tributados.

E ai? #PartiuAustrália ?

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Enquete: Você investe/investiria em moedas digitais?

Escrito por with 4 comentários
Abri uma enquete aqui no blog para verificar se vocês investem ou investiriam em moedas digitais?

Gostaria de saber a opinião de vocês sobre este mercado e quais dúvidas vocês teriam sobre o assunto. Comentem aqui abaixo, que irei responder ou no próprio comentário ou ainda, caso tenha um volume alto de perguntas, farei uma postagem tentando responder todas ou, ao menos, as que eu conseguir responder.

Uta!

terça-feira, 9 de maio de 2017

Bitcoin dispara 27,8% em abril no Mercado Brasileiro

Escrito por with 3 comentários
O Bitcoin se valorizou 27,8% neste mês de abril de 2017 no mercado brasileiro, passando de R$3.559,71 para R$4.549,31, sendo transacionados quase 29 mil Bitcoins no período (os valores desprezam transações de pessoa para pessoa, apenas leva em consideração as empresas de câmbio brasileiras).

Esta valorização fez com que o preço do Bitcoin atingisse a máxima histórica, além de ter sido o terceiro mês consecutivo que o volume mensal fica acima da média, indicando ser uma nova tendência, transacionar mais de cem milhões de reais por dia em Bitcoins.

O BTCBRL (Valor do Bitcoin em relação ao real brasileiro) ficou um pouco a cima do BTCUSD (Valor do Bitcoin em relação ao dólar americano), apenas +5,9%.

A alta deste mês deixou todos os outros investimentos para trás, veja a tabela comparativa abaixo:


Até o momento o Bitcoin possui uma rentabilidade anual de 34,1% com sua máxima chegando a mais de R$4.500,00, sendo a casa de câmbio Foxbit a que possui 42,3% da quantidade de Bitcoins transacionadas neste ano, seguida por BitcoinToYou e Mercado Bitcoins.

Para mais informações:


Uta!

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Criptomoedas tomam conta do marketshare

Escrito por with 4 comentários

Mau fiz uma postagem sobre as altcoins, e agora fiz uma leve pesquisa e descubro que elas estão tomando conta do marketshare das moedas digitais. Pela primeira vez, as moedas digitais alternativas conseguiram tomar 43,4% do mercado, deixando apenas uma fatia de 56,6% para a moeda principal.


O motivo da alta das altcoins foi devido a valorização dos Bitcoins nestes últimos dias, onde a moeda conseguiu ter uma alta de 30% em apenas um mês. Isso fez com que as demais moedas também valorizassem, visto que existe um certo positivismo nas moedas digitais no futuro próximo. A Ripple foi a que mais que dobrou de valor nos últimos sete dias, seguida pela Litecoin e Stratis.


No último mês as criptomoedas atingiram um total de 30 bilhões de dólares em valor. Neste mês de maio superou a marca de 40 bilhões de dólares e ao que tudo indica, chegará logo logo nos 50 bilhões.

As moedas digitais estão cada vez mais se atualizando e grandes corporações de todos os ramos estão testando e utilizando-as como uma tecnologia para melhorar o serviço ou produto, dando assim, mais credibilidade, marketing e motivos para elas continuarem evoluindo.

Vai me dizer que você nunca tinha ouvido falar deste novo mercado?

Uta!

Altcoins e as centenas de outras criptomoedas

Escrito por with 1 comentário

Já falamos sobre Bitcoins, mas e as outras moedas digitais?

Como assim outras moedas?

Pois é amigo, existem um centena de moedas digitais, cada uma com suas peculiaridades. Ethereum, Ethereum Classic, Pascal, Dash, Monero, Ripple, Nitro, Doge, ZCash, são algumas das mais de trezentas moedas que possuem valor neste exato momento.

Mas por que o nome de altcoins?

O mundo das criptomoedas é dividido entre Bitcoin, e o resto. Dá-se o nome de altcoins todas as criptomoedas alternativas (dai o nome) que foram lançadas depois do sucesso da Bitcoin. As altcoins exploram alguma fragilidade ou ponto negativo de outras moedas criando uma nova e mais moderna, segura e rápida. Outras moedas não foram projetadas para serem realmente moedas, mas para serem complemento ou tokens de um sistema descentralizado que devolve aos seus mineradores ou desenvolvedores, um valor em tokens ou moedas digitais. Entretanto, devido a sua rede ser muito rápida e bem desenvolvida, possuem um valor digital que pode ser comparado como uma nova moeda.

Ok, eu sei que parece complicado, e realmente é, mas o que você deve realmente saber é que, existem moedas digitais além dos Bitcoins e que elas fazem tanto ou mais sucesso que a rede Bitcoin, como é o caso das três principais altcoins, Monero, Dash e Ethereum.

Assim como com o Bitcoin, todas as altcoins são descentralizadas e criadas para existir apenas em uma quantidade predeterminada, que devem ser extraídas pelos usuários para circularem no sistema. Seu valor é fortemente determinado pelo mercado e suas habilidades peculiares.

A ascensão real do altcoins veio em 2013, onde o Bitcoin atingiu novos níveis insanos de valor, fazendo com que muitos desenvolvedores se juntassem para criar a sua própria moeda digital. Atualmente, ainda vemos novos altcoins sendo lançados regularmente, todos com suas próprias idéias exclusivas e métodos de mineração para tentar diversificar-se dos originais.

Mesmo com muitos concorrentes,  Bitcoin ainda está liderando o pacote de moeda virtual. Novas e mais inovadoras versões estão sendo lançadas que oferecem modificações em áreas como velocidade de transação, privacidade, resolução de DNS e muito mais. Alguns deles ganharam popularidade; O resto é menos conhecido.

E ai? Vai uns Dogecoins?

Uta!

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Carteiras de Bitcoins

Escrito por with 3 comentários

Já falamos sobre o que é necessário para usarmos Bitcoins e também já falamos o porque utilizar, então agora só falta começar a utilizar, e nada melhor do que iniciarmos tendo um lugar para deixar nossos Bitcoins.

Hoje vamos falar sobre aplicativos, sites e programas onde podemos guardar nossos Bitcoins.

Primeiro precisamos saber quais são os tipos de carteiras que existem e quais são as vantagens e desvantagens de cada uma.

  1. Carteiras Desktop
  2. Carteiras Para Celular
  3. Carteiras Online
  4. Carteiras Hardware
  5. Carteiras de Papel

Carteiras Desktop


Carteiras de Bitcoin Desktop são as que possibilitam a você os maiores níveis de segurança em termos de armazenamento.

Você baixa o programa, instala no seu computador, e faz todas as transações no seu computador ou notebook, o que pode ser ruim em matéria de mobilidade, para algumas pessoas.

Essa opção normalmente é muito técnica e difícil para os novos usuários.

O problema dessas carteiras são que, se por ventura você perder suas senhas e chaves, ou ainda se formatar o computador, muito provavelmente você irá perder seus Bitcoins.

Bitcoin Core


É a primeira carteira Bitcoin inventada. Se você escolher esta opção você irá ter controle tanto das suas chaves privadas e públicas, o que significa mais segurança.

O problema é que essa solução precisa de muito espaço, já que ela precisa baixar todas as transações feitas pela rede em seu computador, ocupando alguns gigas.

Disponível para : Windows, Macbook e Linux

Bitcoin Core no Linux

Electrum

Este aplicativo de desktop rápido e leve é uma boa opção para quem usa computadores mais antigos e menos poderosos para seu armazenamento Bitcoin.

As partes que precisam de mais processamento na carteira são tratadas por servidores remotos. A Electrum é bem conhecida por seus avançados recursos de segurança e privacidade, e os usuários podem até mesmo recuperar sua carteira com uma senha secreta, embora algumas pessoas preferem uma carteira que não depende de servidores remotos.

Mas tudo que é bom, tem seu lado ruim. O problema da Electrum é que ela depende dos servidores secundários que podem ser uma porta de entrada para hackers, além do fato de sua interface não ser muito atrativa para os novos usuários.

A carteira está disponível para usuários Windows, Mac e Linux.

Electrum funcionando no MAC

Carteiras Para Celular


Carteiras para celular tem o benefício de ser acessível e prática.

Muitas delas incorporam várias camadas de segurança para assegurar que o dono da carteira não seja comprometido por falhas de segurança.

É interessante deixar apenas uma parte dos Bitcoins nas carteiras para celular e deixar o resto em lugares mais seguros.

As duas recomendações aqui funcionam tanto para Android como para IOS.

Breadwallet


Breadwallet é uma das mais novas carteiras de Bitcoins para celulares e foi desenhada para ser uma carteira com excelente usabilidade.

Esta carteira decentralizada oferece uma interface simples de usar em um ambiente seguro.

Por ser muito nova, este aplicativo ainda não tem uma reputação garantida dentre os seus usuários.

Breadwallet funcionando no IOS

Mycelium

Mycelium é uma carteira Bitcoin de código aberto para Android e IOS projetada para segurança, rapidez e facilidade de uso.

Ela tem características únicas para gerenciamento de chaves e armazenamento offline que ajudam você proteger seus bitcoins.

É a mais rápida e mais segura do mercado atual, por ser código aberto, sempre possui novas atualizações para melhoramento de sua segurança.

O problema dela é que não possui nenhuma interface web ou desktop, somente para aparelhos mobile.

Mycelium no Android


Carteiras Online


Carteiras Online são acessíveis de qualquer lugar ou dispositivo contanto que você tenha acesso a internet.

É muito mais fácil fazer as transações pelas carteiras online devido a acessibilidade.

O ponto negativo é que este é um dos meios menos seguros devido a possibilidade de alguém entrar no servidor da empresa onde está os Bitcoins e roubar suas moedas.

Wirex

Esta carteira online oferece soluções tanto online quanto soluções mobile. A diferença da Wirex para as outras carteiras, é a facilidade de uso sem comprometer a segurança.

Você consegue fazer múltiplas carteiras em uma única conta para gerenciar melhor seus bitcoins, além do fato de poder colocar segundo fator de autenticação, aumentando assim a segurança da carteira.

Site da empresa Wirex

XAPO

O Xapo é um sistema de carteira baseado na web, portanto tudo o que você precisa para acessá-lo é um navegador da web e conexão à Internet.

Xapo é conhecido por ter razoavelmente avançada privacidade e recursos de segurança, especialmente para uma carteira baseada na web. 

A empresa suporta pagamentos através de um sistema de cartão de débito, tornando mais fácil gastar o seu Bitcoins. O aplicativo também é amigável para iniciantes, então se você é novo no Bitcoin, dê uma olhada no Xapo.

Sem contar também que a minha carteira também está na Xapo. ;)

Sistema da carteira Xapo


Carteiras Hardware


Este é onde a maioria dos Bitcoins estão guardadas e que não estão conectadas na rede.

Estas carteiras são amigáveis e portáveis (muito confundidas com pen drives).

Todas elas são plug-n-play, você conecta a sua carteira no computador e tem o controle de todos os seus Bitcoins.

O ponto negativo é que você terá que desembolsar uma quantia de dinheiro para comprar esta carteira.

Ledger Nano S

A menor e de melhor custo benefício do setor. 

Possui uma proteção de metal para a tela

Quando você recupera os dados através de um seed, você pode fazer isso sem a necessidade de um computador.

Custa por volta de 65 dólares.

Ledger Nano S

Trezor


Trezor tem o melhor software de gerenciamento de conta.

Você pode criar infinitas contas escondidas usando várias senhas.

Para conseguir restaurar sua carteira é necessário o computador.

Não possui proteção da tela e custa 99 dólares.

Trezor

Carteiras em Papel


Carteiras em papel são cold wallets, ou seja, não estão conectadas a rede o que significa que estão totalmente protegidas contra hackers.

Os donos das carteiras tem suas moedas protegidas enquanto manterem suas chaves privadas bem guardadas.

O problema, óbvio, é que o papel pode rasgar, amassar, queimar ou ainda, se perder e pronto, você perdeu todos os Bitcoins.

Ao contrário de carteiras hardware, as carteiras de papel não tem mecanismos de de restauração, então uma vez perdido, já era.

Bitcoin Paper Wallet


Os usuários podem imprimir carteiras de papel invioláveis com esses serviços para manter seus bitcoins offline.

Oferecendo dicas de segurança adicionais, desenhos e suprimentos, este site é um favorito entre os defensores de armazenamento offline de Bitcoins.

Ele ainda tem um vídeo acessível mostrando como usar esta carteira de papel.

Carteira de Papel da BitcoinPaperWallet
E ai? Qual dessas você irá utilizar?

terça-feira, 2 de maio de 2017

Por que utilizar Bitcoins?

Escrito por with 4 comentários

Já falamos sobre o que é Bitcoins. Não leu o artigo? clique aqui.

Agora, vamos falar do por que utilizar Bitcoins?

Rápido, global e seguro


Bitcoin utiliza a rede blockchain para ser passado de uma carteira para outra, sendo ela global, você pode transferir o dinheiro de uma pessoa para outra em questões de minutos, mesmo que elas estejam em países diferentes, basta apenas que ambas tenham o endereço das carteiras. Além da rapidez e globalização do Bitcoins, a moeda é totalmente segura, e diga-se de passagem, totalmente anônima. Apesar da moeda ser digital, é impossível de ser duplicada, e a parte mais divertida é o fato dela ser anônima, mas suas transações serem rastreáveis. Isso significa que você consegue saber todas as entradas e saídas de uma determinada carteira, mas não sabe quem é o dono dela.


Barato


Quanto se paga de taxa quando você faz uma compra em um cartão de crédito? Ou ainda, quanto se paga para transferir dinheiro em reais para dólares na sua conta nos EUA? Pois é, com Bitcoins, além de ser aceita em vários lugares do mundo, paga-se apenas alguns centavos de reais para cada transação que você faz, isso se você quiser que ela seja feita de maneira imediata. Se você aceitar esperar um pouco mais, e o valor for pequeno, a transferência sai de graça.


Anti Bancos Centrais


Quem não se lembra da época em que todas as poupanças foram congeladas e milhares de pessoas não conseguiram tirar o seu dinheiro duramente ganho de lá por conta de uma canetada? Pois é. Bitcoins são totalmente anti bancos centrais. Os bitcoins que estão na sua carteira são seus. Você tem o total controle sobre eles, com a impossibilidade de alguém tomar de você. Outra questão muito importante... Inflação! 21 milhões é o total de Bitcoins que irá existir no mundo quando o último satoshi (a menor parte da moeda, ela representa 0.00000001 BTC) for minerado, nada mais, nada menos.

Não há como como estornar


Imagine a situação:
Você vende um produto a R$1.000,00 e o comprador utiliza o cheque para pagar. Após alguns dias você tenta depositar o cheque e percebe que o cheque é sem fundo. Pronto, acabou de tomar mil reais de prejuízo ou ainda ter dor de cabeça para conseguir reaver este dinheiro na justiça. Com Bitcoins, não tem como haver estorno. Se for confirmado ao menos uma vez que o bloco foi minerado e que foi feito o depósito na sua carteira, não há como refazer a operação. Isso dá mais credibilidade como meio de pagamento, além de ser possível comprovar que foi pago o valor através do ID da transação.

Sem necessidade de bancos e taxas


Com uma carteira de Bitcoins, você não precisa de um terceiro para fazer as transações bancárias muito menos precisa pagar impostos e taxas abusivas. Isso mesmo, para você ter uma carteira Bitcoin basta ter um email, usuário e senha cadastrados, ou ainda baixar o aplicativo de carteira no seu computador, tablet ou celular e pronto, nada de contratos, impostos e xerox dos seus documentos.

E ai? Quando vai entrar para o mundo dos Bitcoins?

Uta!