Uma vez estagiário, sempre estagiário.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

A Faxina! Dando Manutenção Nas Rigs

Escrito por with 10 comentários


Se você acha que poeira não atrapalha o rendimento da mineração, pense duas vezes.

Neste último final de semana fiz uma limpeza nas minhas rigs de mineração, devido a dois grandes problemas: Barulho e Temperatura. Parece que não, mas por conta de ambos aumentarem gradativamente você não percebe, até que uma outra pessoa que nunca esteve perto delas, pergunta se você está tentando criar uma sauna com um black metal acústico na sua casa.

A temperatura das placas estava passando os 78 graus, chegando a quase 84 nos dias mais quentes. Não havia percebido isso até que um dia entrei no quarto e ele estava muito quente. Bastou isso para que eu declarasse guerra ao barulho e ao calor.


Fiz a aquisição de um litro de álcool isopropílico (R$35,00), uma pasta térmica de alta temperatura (R$28,00), um pincel de cerdas suaves (R$10,00). R$73,00 reais retirados dos ganhos da mineração.

O processo

A primeira coisa que eu tive que fazer foi passar um ar comprimido para tirar a poeira grossa de todos os componentes. Acredite ou não, tinha até carcaça de inseto entre as placas de memória RAM.

Depois disso, vem a parte da terapia. Pegar o pincel e ir retirando a poeira fina que fica encrostada nos componentes. Retirei todos os componentes e desmontei todas as placas de vídeo.

Depois disso, vem a pincelada de álcool isopropílico, como se estivesse passando verniz. Com calma e paciência. Pode parecer que não, mas mesmo que você passe o pincel seco, ainda fica muita poeira para trás que só se consegue tirar com o álcool.

Por fim, na hora de montar todas as placas novamente, passei a pasta térmica para altas temperaturas para dar aquele finesse.

Resultado


A primeira coisa que percebi foi a diminuição do ruído. Impressionante mas realmente o barulho ficou muito baixo, imperceptível para quem não está no quarto onde ficam as rigs. Agora vem o que realmente interessa... A queda da temperatura.

De 78 a 84 graus, caiu para 65 a 74 graus. Isso sem mexer nas configurações da placa (sou contra a alteração da BIOS, pois acredito que isso querendo ou não, diminui o tempo de vida da placa). Depois, baixei um aplicativo para controle de temperatura para que ela não suba mais que 70 graus. Teve uma queda de 2~3 MH/s (minero ETC e SIA), coisa que eu já estava esperando.

Acredito que irei fazer duas limpezas desta por ano, pois acredito que valha a pena o investimento, uma frequência maior que esta não vejo necessidade. Acredito que uma limpeza de ar comprimido bimestralmente já ajude a diminuir bastante o acúmulo do grosso da poeira, e a poeira fina não acumula tão facilmente em um tempo tão curto.

Ah, também comprei um wattimêtro, para analisar o consumo. A ideia é sempre encontrar o melhor rendimento e ver quando será uma boa oportunidade para começar a pensar em energia renovável para diminuir os custos energéticos. Talvez no final do ano que vem, seja um momento propício.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Para iniciantes: O que é o Monero

Escrito por with 7 comentários

O que é o MONERO?

O Monero é uma moeda digital de código aberto com o grande foco na privacidade que foi lançada em abril de 2014. Os desenvolvedores envolvidos introduziram esta criptografia inovadora e a equipe confiou nas doações e na comunidade mais ampla para o desenvolvimento futuro.

O Monero faz uma criptografia que embaralha as informações dos envios com as chaves públicas de diversas contas, criando assim uma ofuscação na rede onde somente o remetente e o destinatário saibam quem realmente mandou a determinada quantia para quem, fazendo com que as outras pessoas da rede não consigam fazer uma conexão entre remetente e destinatário.

Vale ressaltar que, enquanto o serviço de embaralhamento de moedas está disponível nas criptografias, os usuários geralmente apenas misturaram as moedas quando procuravam esconder algo. No entanto, o Monero mistura todas as moedas utilizadas nas transações, o que ajuda a eliminar a suspeita de que as moedas estão sendo misturadas para ocultar informações que os remetentes e os destinatários não queiram que outros vejam.

Enquanto os usuários do Monero têm a capacidade de manter seu histórico de transações privadas, eles também podem compartilhar essas informações seletivamente. Toda carteira Monero possui uma chave de visualização, o que permite que qualquer pessoa que a tenha consiga ver as transações daquela conta.

Anteriormente, as únicas informações que eram ofuscadas eram o destinatário e o remetente, deixando aberto a quantidade de moedas transacionadas, porém após uma atualização na rede chamada de RingCT implementou-se também a ofuscação da quantidade de moedas além da identidade das pessoas.

Fungibilidade e Adoção

Ao fornecer um alto nível de privacidade, o Monero oferece fungibilidade, o que significa que cada unidade individual de uma moeda pode ser substituída por outra. Outra maneira de se pensar é que cada moeda tem valor igual.

Como o histórico de transações de bitcoins individuais é registrado na cadeia de blocos, moedas que foram associadas a determinados eventos, como o roubo, poderiam ser evitadas por comerciantes e trocas entre pessoas.

Devido à natureza intrínseca do Monero, não são distinguíveis duas moedas, e ambas são iguais aos olhos dos comerciantes. Sem esse nível de fungibilidade, um fornecedor que aceita criptografia pode recusar uma unidade de um desses ativos por causa do histórico de transações passado.

Por isso, o Monero (XMR) desfrutou de um aumento constante na adoção desde o lançamento. Os mercados da deep web, incluindo AlphaBay e Oasis, abraçaram a moeda digital.

"Seguindo a demanda da comunidade, e considerando os recursos de segurança do Monero, decidimos adicioná-lo ao nosso mercado"

 A Oasis adotou a moeda no final desse ano (2017), e os avais desses dois mercados da deep web ajudaram a provocar uma cobertura significativa da mídia.

O Mercado do MONERO

O mercado do Monero funciona como o de muitas outras moedas digitais. Os interessados ​​em investir na moeda podem comprá-la diretamente através das exchanges Poloniex, Bitfinex e Kraken.

A Poloniex foi a primeira exchange a oferecer a moeda, listando oito pares da moeda em julho de 2014. Bitfinex, a maior troca de bitcoin pela BTC / USD, seguiu em novembro de 2016, listando os pares comerciais XMR / USD e XMR / BTC e permitindo depósitos e retiradas de Monero.

A Kraken ofereceu o mercado do Monero a partir de janeiro de 2017, listando pares de moedas XMR / USD, XMR / EUR e XMR / XBT. Kraken elogiou o Monero na época, escrevendo em seu blog que a moeda "negocia com alto volume e liquidez".

Como muitas outras moedas, o Monero oferece às partes interessadas a oportunidade de minerar os blocos. Enquanto os indivíduos têm a capacidade de se juntar nas pools de mineração, eles também podem minerar por si só.

Qualquer pessoa com um computador pode participar dessa atividade, uma vez que não requer nenhum hardware específico, como os circuitos integrados (ASICs) específicos, como é o caso do Bitcoin.

O Monero usa um algoritmo de Proof of Work (PoW) que foi projetado para ser acessível a uma ampla gama de processadores, uma especificação que foi incluída para garantir que a mineração estava aberta para muitas partes diferentes em vez de apenas grandes pools de mineração.

O tempo de cada bloco é de aproximadamente dois minutos. O Monero oferece aos mineradores uma "recompensa de bloco permanente", que é descrita da seguinte forma:

A recompensa do bloco nunca cairá abaixo de 0.3 XMR, tornando o Monero uma moeda desinflacionária: a inflação será aproximadamente 1% em 2022 e diminuirá para sempre, mas a inflação nominal permanecerá em 0.3 XMR por minuto. Isso significa que sempre haverá um incentivo para os mineradores para explorar o Monero e assim manter a cadeia de bloqueios segura, com ou sem taxas de transação".

Volatilidade do Preço

O preço do token XMR da monero experimentou uma volatilidade significativa diversas fezes, subindo quase 70% em abril e mais de 1.300% desde que começou a operar no CoinMarketCap. Desde o início, a moeda digital flutuou entre aproximadamente U$0,25 (em janeiro de 2015) e perto de U$60,00 (em maio de 2017).

Embora alguns observadores do mercado possam interpretar essa volatilidade como algo ruim, tornando o Monero menos viável, as flutuações de preços acentuadas proporcionam oportunidades para os comerciantes. Os comerciantes podem comprar Monero usando ambas moedas fiduciárias e moedas digitais, o que pode motivá-los a comprar e vender na tentativa de obter lucro. Eles também podem usar a moeda como hedge para outras criptografias.

Como o monero recebeu a aceitação de múltiplos mercados da deep weeb e gerou visibilidade significativa por sua capacidade de fornecer aos usuários um alto grau de privacidade, é menos especulativo do que competidores como o Zcash.

Em frente, o preço do monero será uma função da oferta e da demanda. O primeiro é cada vez maior, e o último é desconhecido. Curiosamente, essa incerteza pode ser convincente para os investidores, dando-lhes a oportunidade de especular sobre o valor futuro da criptografia na tentativa de gerar retornos fortes.

Resumindo

Monero é uma moeda descentralizada que oferece uma grande privacidade, ofuscando todas as informações das transações para aqueles que não sejam os usuários que enviam e recebem a moeda. Ela também pode ser minerada com placas convencionais e possui uma retribuição fixa de cada bloco, gerando uma deflação conforme o tempo. Tem uma grande disponibilidade de compra e venda já que está listada nos maiores mercados de moedas digitais.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Para Iniciantes: O que é a NEO?

Escrito por with 2 comentários
Vamos falar sobre a moeda digital que iniciou-se como sendo Antshares e que agora se tornou NEO.


De onde veio a NEO?

Há uma certa confusão em torno da plataforma Neo. Mas isso não é surpresa quando você considera o complicado histórico do projeto.

Neo começou sua existência como AntShares (ANS) em 2014. A AntShares, fundada por Da Hongfei e Erik Zhang, foi referida como a "primeira plataforma blockchain da China". Em 2016, supostamente em resposta ao crescente interesse em AntShares e à necessidade de soluções de blockchain que atendam aos requisitos tanto dos reguladores governamentais como das empresas privadas, Da e Erik fundaram a OnChain, uma empresa de capital de risco que fornece serviços financeiros baseados em blockchain.

Em 2017, AntShares foi relançada como Neo.

Neo e OnChain foram fundadas em Xangai. É certo que a regulamentação chinesa pode ter efeitos de longo prazo sobre os mercados e desenvolvimento de criptografia. Neo é vulnerável mas também bem posicionada com a supervisão chinesa.

Uma Economia Inteligente

A documentação da NEO é o recurso-chave na compreensão da plataforma. Infelizmente, alguns aspectos da NEO ainda estão em desenvolvimento, e certos detalhes não estão muito claros. Às vezes, o whitepaper é mais como uma visão geral dos contratos inteligentes do que um guia específico para o funcionamento interno de Neo.

No conceito, NEO é um ecossistema de contratos inteligentes, semelhante a Ethereum. Permite aos usuários automatizar o armazenamento e a troca de ativos digitais. Para competir com implementações de contratos inteligentes mais estabelecidos, a Neo aproveita a tecnologia em desenvolvimento e a cooperação com as autoridades chinesas em direção ao objetivo declarado de uma "economia inteligente".

Identidade Digital

Em 2005, o "Digital Signature Act" da China permitiu que as assinaturas digitais fossem juridicamente vinculativas em teoria. O problema aqui é que um meio de identificação digital que atende aos requisitos deste regulamento foi difícil de encontrar. Em 2016, em parceria com a Microsoft da China, a OnChain fundou a Legal Chain com o objetivo de fornecer esse meio de identificação. A Legal Chain pretende aplicar a imutabilidade e a transparência dos sistemas de blockchain para atender a esses requisitos, com o objetivo de integrar o reconhecimento facial e voz.

Esse conceito de identidade digital é uma característica fundamental da economia inteligente proposta pela Neo. Manter um vínculo confiável entre entidades físicas e digitais significa que você deve poder seguir o abuso do sistema de volta a uma identidade juridicamente vinculativa.

Consenso

Neo emprega um mecanismo de consenso chamado Tolerância Delegada de Faltas Bizantinas (dBFT). Os participantes no sistema podem designar certos nós como escriturário. Um nó contador (também conhecido como carteira) deve manter um saldo mínimo de NEO e atender a determinados requisitos de desempenho.

Os contadores são encarregados de verificar os blocos que estão escritos blockchain. Se dois terços dos nós na rede puderem concordar com a versão do escriturário da blockchain, o consenso é alcançado e a versão proposta do bloco é validada. Se o consenso falhar, um contador alternativo é chamado e o processo é repetido.

Como esse consenso só precisa ser replicado em um subconjunto da rede, dizem que é mais eficiente do que a Tolerância de Falhas Bizantinas clássicas. A rede como um todo consome menos recursos e pode lidar com volumes de transações maiores.

Com dBFT e algumas outras otimizações chave, a Neo afirma ser capaz de lidar com mais de 1.000 transações por segundo, com o objetivo de otimizar para mais de 10.000 transações por segundo. Compare isso com a taxa atual de 15 transações por segundo de Ethereum.

Essa é uma grande vantagem, mas pode-se argumentar que esses ganhos são ao custo da centralização. Identificação digital e dBFT podem servir para limitar o controle do sistema para um grupo selecionado.

NEOContratos

Os contratos inteligentes da Neo são chamados de NeoContratos. Um dos grandes obstáculos ao projeto de contratos inteligentes é que seus resultados precisam ser reproduzidos de forma confiável em uma rede.

Se um contrato é referenciado em uma blockchain e produz resultados diferentes em diferentes sistemas, a rede não pode concordar de forma confiável qual bloco é o correto e os blocos serão bloqueados. Mas um contrato inteligente não pode realizar operações significativas sem acessar algumas variáveis.

Data e Hora - Talvez você queira usar contratos inteligentes para automatizar pagamentos semanais a um empregado ou liquidar uma conta com um distribuidor a cada 30 dias. Seu contrato precisará saber o dia e horário. Para fornecer acesso consistente a dados de tempo, a Neo registra um carimbo de data / hora para cada novo bloco que é gerado. Um novo bloco é adicionado a cada 15 segundos, então os contratos podem acessar o tempo atual dentro de 15 segundos.

Aleatoriedade - Também é útil a capacidade de gerar números aleatórios. Mas como você fornece um número aleatório enquanto ainda está assegurando que o mesmo número aleatório seja identificado em toda a rede? Para fornecer contratos inteligentes com acesso a aleatoriedade, um número aleatório é inserido no "campo nonce" de cada novo bloco. Contratos podem fazer referência a este campo nonce para acessar esse número aleatório.

Armazenamento de dados - Os dados no NeoContracts podem ser armazenados de forma privada, acessíveis apenas ao contrato com o qual ele está associado. Os dados também podem ser armazenados em um contexto global, acessível a todos os contratos na rede. Os dados externos devem ser transferidos para o Neo blockchain e transmitidos para essas lojas de dados particulares ou públicas para serem referenciados por contratos.

Os Tokens

A plataforma envolve dois tokens diferentes. NEO e GAS são as criptomoedas que conduzem a rede NEO. Tanto o NEO como o GAS são limitados em 100 milhões de tokens cada.

O token NEO é representativo das ações no mercado NEO e não pode ser dividido (você pode comprar fracionado, mas quando for colocar na sua carteira, somente valores inteiros são enviados). Os detentores de NEO obtêm direitos de voto no ecossistema NEO, bem como os direitos a dividendos sob a forma de GAS. 50 milhões de NEO foram distribuídos através do crowdfunding inicial. Os restantes 50 milhões de tokens são fixados com um período de bloqueio de um ano, que expirou no dia 16 de outubro de 2017.

Esses tokens de bloqueio devem ser gerenciados pelo Conselho NEO (um grupo de fundadores do projeto) para apoiar o desenvolvimento e manutenção do ecossistema. Especificamente, 10 milhões de tokens são destinados a recompensar os principais desenvolvedores e membros do Conselho NEO, outros 10 milhões devem ser usados ​​para estimular o ecossistema de desenvolvimento NEO, 15 milhões de tokens devem ser mantidos como uma "contingência" e os 15 milhões restantes devem ser investidos de forma cruzada em ecossistemas blockchain que suportam a NEO.

O token alternativo de Neo, GAS, é gerado a uma taxa de 8 GAS por bloco com a construção da cadeia de blocos. A taxa de produção é reduzida em 1 token por cada 2 milhões de blocos gerados. Por volta de 2039, a circulação de GAS chegará a 100 milhões e a produção cessará. Ao contrário do NEO, o GAS pode ser dividido.

Os dividendos em GAS também se acumulam como taxas para a rede. Os usuários pagam em GAS para implantar e executar contratos inteligentes. As taxas são proporcionais aos recursos de computação consumidos pelo contrato. Essas taxas são distribuídas para as carteiras como recompensa por sua atividade na rede.

Características especiais

Além do protocolo central, a equipe da NEO defende vários projetos paralelos que trazem diversos benefícios para o ecossistema da NEO.

Transações Supercondutoras

Em uma troca de moeda tradicional, os pedidos são colocados e combinados em um mercado centralizado. O processo é eficiente, mas exige que o usuário libere o controle de seus fundos para a troca.

Ao automatizar a colocação e a correspondência de pedidos em uma rede de consenso, você pode garantir que as ordens sejam correspondidas e processadas de maneira justa e transparente, efetivamente criando uma exchange descentralizada. Mas isso resulta em transações lentas, pois os ajustes devem ser validados em toda a rede.

Neo propõe um sistema pelo qual as transações de câmbio são liquidadas na cadeia de blocos, mas a combinação de pedidos é mantida fora da blockchain por uma exchange centralizada. Neo chama essas transações de "Transações Supercondutoras". Isto pode proporcionar a eficiência de exchanges centralizadas com a segurança de uma exchange descentralizada.

NeoX

NeoX permite transações para atravessar blockchains. Não existem muitos detalhes sobre esse protocolo. Protocolos semelhantes envolvem a geração de contratos inteligentes que servem para bloquear fundos em uma cadeia de blocos em troca do acesso a fundos em uma cadeia alternativa.

NeoFS

O NeoFS permite que arquivos grandes sejam divididos e distribuídos pela rede. Os usuários podem especificar o nível de confiabilidade que eles esperam de um arquivo. Os arquivos com baixos requisitos de confiabilidade podem ser armazenados e recuperados com um custo mínimo. Para uma taxa maior, os dados podem ser armazenados em nós mais confiáveis.

NeoQS

Os computadores quânticos ameaçam a segurança de certas técnicas criptográficas. Neo usa um mecanismo criptográfico baseado em rede que chama NeoQS (Quantum Safe), que é teoricamente resistente aos ataques de computadores quânticos. Não é provável que a computação quântica afetará os sistemas criptográficos no futuro, mas oferece alguma paz de espírito.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Cansei do blogger, agora só Steemit!

Escrito por with 7 comentários


Escrevo a mais de seis anos sobre investimentos e finanças e utilizava o blogger para isso porém nunca cheguei a ganhar absolutamente nada com as minhas postagens monetariamente falando.

A questão é que, agora com o Steemit me senti mais motivado em escrever e ser mais ativo com as pessoas aqui na plataforma, apesar de não haver muitos brasileiros por aqui, o simples fato de você saber que se a sua postagem for boa e você tiver um pouco de conhecimento que ajude outras pessoas, irá ganhar uns trocados. Não acho que irei me tornar um milionário com o Steemit, mas pelo menos conseguirei saber se realmente as minhas publicações estão sendo boas ou não através da quantidade de ganhos que tenho, sem contar que ainda na própria plataforma, posso utilizá-la para rentabilizar um pouco mais, coisa que eu adoro fazer, que é deixar o dinheiro trabalhando para mim.

Então quer dizer que você irá fechar o seu blog de seis anos?

De jeito nenhum! Tenho uma relação de carinho com ele, por conta da quantidade de conhecimento que consegui e que passei para outras pessoas, a única coisa que acontecerá é que as postagens no Steemit virão em primeiro lugar para depois eu postar lá.

Carta aberta aos blogueiros Investidores


Venham para o Steemit! Os melhores blogueiros que eu conheço são os blogueiros investidores que colocam o conhecimento que vocês tem na internet de um jeito que nenhum outro autor conseguiu colocar, e além disso aqui no Steemit, vocês ganharão com isso em moedas digitais, ou seja, vocês além de ganharem pelas publicações um valor que não dá nem para comparar como Blogger ou outra plataforma como Wordpress, irão aprender de maneira empírica como utilizar as moedas digitais, e sinceramente eu estarei aqui para ajudá-los com o que precisarem, como estou tentando cada vez mais trazer a tona as criptomoedas para os investidores.

Se cada blogueiro investidor vir para o Steemit a probabilidade de conseguirmos aumentar os usuários brasileiros e transformarmos essa plataforma em um gigante banco de dados de conhecimento, iremos agregar muito valor para todos os autores que se dedicam a escrever uma postagem por dia a fim de ajudar e divulgar ou a passar conhecimento para os outros.

Nas minhas próximas postagens irei comentar sobre os benefícios de se utilizar o Steemit e todo o passo a passo necessário para criar uma conta e entender todo o ambiente a fim de que seja menos doloroso possível para aqueles que querem testar a plataforma.

Caso estejam interessados em conhecer mais sobre o Steemit entrem no meu perfil e sintam-se a vontade em tirar todas as dúvidas que vocês quiserem.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Genesis Research and Technology Group - Aliando a blockchain e água limpa!

Escrito por with 4 comentários
A empresa americana Genesis Research and Technology Group desenvolveu uma tecnologia que fornece água limpa reutilizável para a população mundial. O processo da Genesis Research & Technology Group baseia-se em três métodos de purificação patenteados e licenciados: ultrafiltração, coagulação e geração de ozônio. O sistema é portátil e tem a capacidade de limpar a água que está poluída durante o processo de extração de óleo. A crowdfund da WaterToken está agendada para o dia 25 de outubro e operará em conjunto com a tecnologia IoT na cadeia de blocos.

Jeff Soward, diretor de tecnologia da Genesis Research & Technology Group, afirmou: "Para produzir um barril de óleo utiliza-se mais de 10 barris de água; em um sistema antiquado que é amplamente utilizado em todo o setor, a água tóxica é transportada por caminhão e despejada em um local de descarte. O Sistema Genesis limpa a água no local de perfuração real e, com tecnologia verde sem química nenhuma, a água é reutilizada repetidamente com apenas 10% do custo. Esta é uma tecnologia que veio para ficar."

O Genesis WaterToken tem como objetivo resolver questões de confiança e verificação no monitoramento ambiental, incluindo a tecnologia blockchain. Além disso, o Genesis Research & Technology Group irá armazenar os registros do sistema na cadeia de blocos para que os resultados da água sejam identificados e estudados em várias partes do mundo. O white paper WaterToken.io fornece um roteiro sobre o sistema e como ele planeja usar as moedas digitais em expansão em todo o mundo.

Michael Lagow, CAO do Genesis Research & Technology Group, disse: "A Genesis Research & Technology Group produziu um sistema escalável que funcionará em conjunto com uma solução IoT segura que é uma vitória sobre a blockchain".

O acompanhamento do impacto ambiental da água utilizada no processo petrolífero e o uso da blockchain para proteger esses dados da adulteração permitem que as empresas e os reguladores criem incentivos financeiramente gratificantes para incentivar os compradores a comprar produtos que sejam mais amigáveis ​​ao meio ambiente e, portanto, encorajar as empresas a reestruturar suas cadeias de suprimentos para atender a demanda de seus produtos.

Darren McVean, CEO da MVP Asia Pacific, comentou: "A MVP desenvolveu a plataforma IoT e blockchain para o Genesis Research & Technology Group com uma equipe elétrica interna que trabalhou em estreita colaboração com o departamento de tecnologia Genesis R & TG para testar e simular as extensas leituras de água do Sistema Gênesis. O armazenamento de documentos legais na cadeia de blocos poderia reduzir a fraude e a manipulação do esquema global de créditos de carbono. Estima-se que atualmente 979 milhões de dólares sejam gastos anualmente para administrar o esquema global de crédito de carbono."

A Universidade do Texas, A & M, também testou as amostras de água, de modo que um terceiro poderia fazer uma avaliação conclusiva do IoT para Genesis Research & Technology Group. No que diz respeito à indústria do petróleo e do gás, foi injetado a água do processo no sistema da Genesis, o que resultou em uma queda de 99% dos hidrocarbonetos petrolíferos, e os metais, alumínio, antimônio, arsênico e selênio foram reduzidos abaixo dos limites de detecção.

É as moedas digitais e a blockchain mudando o mundo para melhor!

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

The Sun Exchange - Investindo em energia renovável.

Escrito por with 1 comentário

A startup baseada em blockchain chamada The Sun Exchange arrecadou 1,6 milhões de dólares no seu novo seed founding.

A empresa recebeu apoio de alguns grandes investidores, incluindo Network Society Ventures, Kalon Venture Partners e aceleradores de inicialização BoostVC, Techstars e Powerhouse. Em setembro de 2016, o Sun Exchange foi uma das startups baseadas em blockchain para se juntar ao aceleradora de startups Plug 'n Play.

A plataforma da Sun Exchange usa o blockchain como uma maneira de permitir que os usuários alugem painéis solares, com ativos registrados em uma cadeia de blocos e pagamentos feitos através da cryptocurrency.

Nos comentários, a empresa disse que visa democratizar o acesso à energia solar, bem como aumentar o acesso para aqueles que possuem interesse em investir nas energias renováveis.

O CEO da Sun Exchange, Abraham Cambridge, disse em um comunicado:

"[A energia solar] é a fonte de energia que mais cresce, porém bilhões de pessoas não possuem sua casa própria ou não dispõe de capital para obtê-lo. Ao quebrar a propriedade do painel solar para uma única célula, reduzimos o custo da energia solar por duas ordens de grandeza e estamos utilizando o espaço vazio do telhado em algumas das cidades mais ensolaradas do planeta, como Dubai e Joanesburgo".
 Embora aceleradores como o BoostVC e o Techstars não sejam novos nos investimentos em startups baseadas em blockchain, o seed founding parece ser o primeiro na indústria tanto para Network Society Ventures quanto para a Kalon, com sede na África do Sul.

Seed founding: O nome do processo de capitalização que uma empresa busca, focando em distribuir partes da empresa para investidores pequenos. Com isso, a empresa consegue capitalizar com a quantidade de investidores, diminuindo assim o risco de ter apenas um único investidor com uma grande participação.

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Para iniciantes: O que é a Ripple?

Escrito por with 16 comentários

O que é Ripple?


Ripple é o nome de uma moeda digital (XRP) e também da rede de pagamentos aberta onde esta moeda pode ser transferida. É um sistema de pagamento que está em beta e é totalmente distribuído e de código aberto. O maior objetivo do sistema da ripple é permitir que as pessoas quebrem as barreiras das redes financeiras, como por exemplo, bancos, cartões de créditos, paypal e outras instituições que restringem o acesso com altas taxas, custos e demora nos processos.

A Ripple possui uma taxa mínima de transação de 0,00001 XRP para utilizar a rede, e que deve ser paga em Ripple, o token nativo da rede. Esta taxa não vai para ninguém, ela simplesmente deixa de existir. Ter um custo associado a transação, faz com que não tenham ataques de inundação de transações. Pode-se transferir qualquer moeda para Ripple e vice versa, a ideia da moeda é ser tão líquida quanto possível.

O que a Ripple faz?


A empresa por de trás da Ripple mostra a necessidade do dinheiro fluir de maneira rápida e livre. A empresa abordou certa vez sobre a criação do dinheiro e sua transportabilidade, e aponta como é frustrante ter um agente no meio do caminho como um banco ou algo do tipo, que limita essa flexibilidade e fluidez do mesmo. A ideia é construir sobre a abordagem de moeda digital descentralizada definida pelo bitcoin e fazer "pelo dinheiro o que a internet fez para todas as outras formas de informação".

Como a rede da Ripple funcionaria como a internet, mas para transação de dinheiro?


Os sistemas de pagamento atualmente, funcionam como se fosse os e-mails do início dos anos 1980. Cada provedor construiu o seu próprio sistema para cada um de seus clientes, e elas não podiam interagir facilmente entre eles. A Ripple foi projetada para conectar diferentes sistemas de pagamentos juntos. A ideia é tirar o controle sobre o fluxo de dinheiro das grandes empresas, assim como elas perderam o controle de fluxo de informações com a internet.

A Ripple é igual ao Bitcoin?


Em algumas coisas, sim. Ambas são digitais, baseadas em fórmulas matemáticas, possuem número limitado, podem ser transferidas em pessoa pra pessoa sem a necessidade de um terceiro, e ambas oferecem segurança digital, mas elas também possuem algumas diferenças:



Isso significa que a Ripple é concorrente do Bitcoin?


A Ripple se posiciona não como um concorrente, mas sim como um complemento da Bitcoin. A rede Ripple foi projetada para permitir a transferência contínua de qualquer forma de moeda, seja dólares, euros, libras, ienes ou bitcoins. Ou seja, ela seria uma porta de entrada para as moedas digitais e as moedas fiduciárias.

Quais benefícios a Ripple traz para os usuários de Bitcoin?


Além de dar uma opção de conexão das moedas fiduciárias com as moedas digitais, a Ripple promete transações aceleradas e maior estabilidade. Como a rede é totalmente distribuída, ela não depende de uma única empresa para gerenciar e proteger os dados, como o Bitcoin. Outro ponto importante é a ausência de perda de depósitos que podem acontecer com outros meios de pagamento.

E ai? Tem alguma dúvida sobre a moeda? Deixe suas perguntas aqui nos comentários!

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Para iniciantes: O que é a WAVES?

Escrito por with 4 comentários

O que é a WAVES?


A WAVES é uma plataforma que alia as funcionalidades do Bitcoin juntamente com outras aplicações referentes a valor de transferência. A ideia não é criar uma alternativa para o Bitcoin, mas uma plataforma onde moedas digitais, dinheiros governamentais, commodities além de ativos financeiros podem ser publicados, transferidos e negociados em uma plataforma totalmente descentralizada. A WAVES também provê uma solução de crowdfunding através das carteiras dos usuários.

Apesar dos conceitos de exchanges descentralizadas não ser novo, as atuais soluções não são muito funcionais. WAVES, por outro lado, é o melhor dos mundos, onde você tem uma exchange aliada a sua carteira, juntamente com a aplicação que é capaz de criar tokens tudo dentro da mesma plataforma, que é totalmente amigável.

A WAVES possui gateways para outras moedas, como Bitcoin e Ethereum, além de moedas fiduciárias como o dólar e o euro.

Quais são as características da WAVES?


WavesDEX


O quão irônico é você manter ativos descentralizados como BTC e ETH em exchanges centralizadas?

Não faz sentido você deixar seus ativos descentralizados em uma exchange descentralizada?

WavesDex possui esta característica, que foi desenvolvida sobre a blockchain da Waves.

Contratos Inteligentes
Na Waves, os contratos inteligentes não são tão complexos como na Ethereum. Ela não passou completamente pelo teste de Turing, mas é poderosa e segura.

Não sabe o que são os contratos inteligentes? Clique aqui.

Criação de tokens


Você pode criar seus próprios tokens ou criptomoedas em apenas um minuto na plataforma da Waves. Você só precisa de 1 Waves para criar.

Você decide que nome você dá ao token, qual a quantidade máxima, e se ela aceita frações ou não.

Os tokens são ideais para crowdfunding e ICOs.

Gateways de moedas fiduciárias


Moedas como USD/EUR/CNY são permitidas na exchange e se transformam em tokens que podem ser transacionados dentro da plataforma, inclusive depois, podem ser depositados na sua conta do banco.

Melhor dos dois mundos


Todas as transações entre moedas digitais e fiduciárias são cadastradas na blockchain da Waves. O que cria o melhor dos dois mundos (o melhor dos sistemas centralizados e o melhor dos sistemas descentralizados).

Total de Waves disponíveis


100 milhões de Waves. Já criadas e não passíveis de serem adicionadas novas.
As moedas não são mineráveis, mas possuem um sistema de leasing para os master nodes, onde você aluga as suas moedas para os master nodes, e eles repassam os ganhos para os usuários que alugaram suas Waves.

E ai? Tem alguma dúvida sobre a moeda? Deixe suas perguntas aqui nos comentários!

Uta!

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Maximizando seus rendimentos passivos: Conheça a Coinlend

Escrito por with 11 comentários




Todo mundo que está interessado em rentabilizar seus ganhos usando moedas digitais irá pesquisar alguns tópicos como, trading, scalping e lending. Os primeiros dois tópicos são muito técnicos e necessitam de uma quantidade muito grande de tempo e sofisticação de conhecimento para que seja lucrativa.


Por outro lado, você emprestar (lending) suas moedas digitais tem uma ideia mais baseada em ganhar dinheiro de maneira passiva, com riscos limitados e ganhos constantes. Se você emprestar suas moedas digitais em uma exchange, você não precisa se preocupar com nada além do tempo que gostaria que fosse emprestado e qual a taxa. As exchanges garantem que você receba suas moedas digitais de volta bem como o juros pago. Além disso, os juros para aluguel de algumas moedas digitais são bem altos. Na maioria das vezes você pode esperar juros entre 10%-20% por ano. Todo mundo que está acostumado com os efeitos dos juros compostos sabe o quão poderoso este efeito tem em juros altos.

Eu comecei a emprestar minhas moedas digitais já faz aproximadamente um ano. No começo eu fazia os empréstimos de maneira manual nas exchanges, mas logo percebi que algumas vezes os meus aluguéis ficavam parados na plataforma por muito tempo. Por conta disso, comecei a utilizar a Coinlend.org. A Coinlend é um site que possui um robô que automatiza seus empréstimos para que ele se torne mais rentável do que os empréstimos manuais.

Basicamente tudo o que você precisa fazer é gerar uma chave de API na Poloniex ou na Bitfinex e colocar no site da Coinlend.

ATENÇÃO: Não existem riscos em gerar a chave de API e colocá-la na Coinlend. Eles não conseguem comprar e vender, bem como fazer saques com as chaves de API. Portanto, para utilizar o serviço, você nem mesmo precisa confiar neles.

Clique na imagem para aumentar o tamanho


Qual é a proposta do serviço?

Possibilitar emprestar moedas digitais lucrativamente buscando os melhores retornos com riscos limitados em exchanges como Poloniex e Bitfinex de maneira automática, evitando as dificuldades encontradas quando feitas de maneira manual, como as taxas voláteis e os contratos terminarem em momentos que o emprestador não consiga saber, ficando parado na plataforma as moedas, sem que estejam em contratos de empréstimos.


Como funciona o serviço?

Você cria uma conta na Coinlend e nas exchanges Bitfinex e Poloniex. Cadastra suas credenciais de API no site da Coinlend. O robô checará suas contas e criará novos contratos de empréstimos com o melhor juros se necessário.


Quais são os riscos?

Cadastrar suas credenciais de API na Coinlend não possuem riscos, já que não é possível fazer retiradas de nenhuma moeda digital com essas credenciais. Mesmo que a Coinlend seja hackeada e suas credenciais sejam roubadas, os hackers não irião conseguir fazer nenhum mau a você.

Qual o mínimo necessário para criar contratos de empréstimos?
No caso da Bitfinex, você precisa ter no mínimo $50.00.

Para a Poloniex, segue os valores mínimos por moeda digital:

Bitcoin: 0.01 BTC
Ethereum: 1 ETH
Clams: 10 CLAM
Factom: 100 FCT
Stellar: 100 STR
Dogecoin: 100 DOGE


Qual o custo do serviço?

NENHUM. Mas você pode ajudar a manter o site doando para eles. Eu já doei:
BTC: 1HNoRcK3hFBRi68KcCNzDoofiKyuj95FVB
ETH: 0x9abb086f01f144de4cd188b6a5ea6bd5445a92e4
DASH: Xp1xZfxYENAnAiMBCQYb6rD4idc3ad4Sm1

PARA ACESSAR A FERRAMENTA CLIQUE AQUI.

Uta!

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Para iniciantes: O que é a Ethereum?

Escrito por with 4 comentários
O que é a Ethereum?


A Ethereum é uma plataforma digital que permite a implementação de aplicações descentralizadas e contratos inteligentes (não sabe o que é um contrato inteligente? Clique aqui para conhecer). Imagine que a Ethereum é um computador mundial descentralizado, capaz de hospedar contratos e aplicações em diversas linguagens para serem utilizadas para N motivos diferentes. Todas as aplicações e contratos ficam hospedados dentro da plataforma, mais precisamente na blockchain da Ethereum.

Então o que é o ETH ?

ETH nada mais é que o token da plataforma. Ele possui duas grandes utilidades:

  1. Todo contrato ou aplicação que roda na plataforma da Ethereum precisa pagar pelo serviço. Para isso, a pessoa que está implementando algo na plataforma deve utilizar-se do token ETH para iniciar suas aplicações. Quanto mais complexo e mais processamento o contrato precisar, mais ETH ele custará. Imagine que o ETH fosse como a gasolina para manter a aplicação funcionando.
  2. Os mineradores de ETH, ou seja, as pessoas que colocam o seu computador para verificar os blocos de transação, recebem por este serviço, e este recebimento vem através do token ETH. Assim sendo, os usuários da plataforma pagam ETH para a rede que por sua vez distribui para os mineradores, criando assim um processo continuo de dinâmico do token.


Mas e o ETC? Existem duas Ethereum?

O Ethereum Core (ETH) e o Ethereum Classic (ETC) são duas versões completamente diferentes mas que possuem a mesma blockchain. Em 2016 houve uma invasão por alguns hackers na DAO (organização autônoma descentralizada, que foi construída em cima da blockchain da Ethereum), onde 50 milhões de dólares dos 150 milhões totais foram hackeados. 80% dos mineradores decidiram fazer um hard fork (uma divisão que separa duas moedas digitais). Os mineradores que foram a favor de dar um rollback nas transações até o momento anterior ao roubo criaram a Ethereum Core, e os que foram a favor de continuar com a blockchain inalterada, ficaram com a Ethereum Classic.

Quais são os benefícios da Ethereum ?

  1. Cada bloco tem o período de 17 segundos, 30 vezes mais rápido que o Bitcoin.
  2. Dentro da plataforma da Ethereum você consegue criar sua própria moeda.
  3. Você pode incluir qualquer tipo de contrato ou aplicativo na plataforma da Ethereum que é distribuída e protegida contra qualquer orgão regulador.
  4. A plataforma é totalmente escalável. O processamento da rede pode aumentar ou diminuir de acordo com a demanda.